Misturas inusitadas marcaram a noite de shows do Polo Azulão neste domingo (23)

Um domingo para não mais esquecer, assim foi a noite de shows do polo Azulão, neste final da semana. Temperado pelo Rock Death Metal, da banda Alkymenia, os artistas mostraram porque este palco é a representação da diversidade cultural do São João. Durante a apresentação do Alkymenia aconteceu uma mistura inusitada, a participação da Banda de Pífano Zé do Estado, temperando o rock com os elementos mais típicos da nossa cultura, como o pífano.

“A gente fez rock, é isso mesmo! A banda de Pífano Zé do Estado é rock in roll também”, afirmou Antônio, integrante da banda Zé do Estado.

O caruaruense Israel filho também apresentou um show memorável, com o projeto Forró dos Beatles. “Eu estou impressionado com esse espaço musical dentro do São João de Caruaru. Vim de Fortaleza, confesso que me surpreendi. Eu adorei essa mistura de sons deste palco Azulão, vou recomendar a todo mundo”, afirmou Leidson Nunes.

A noite seguiu com a apresentação da Banda de Pífano de Caruaru dos Baianos, com o mestre Sebastião Biano fazendo uma participação e celebrando o aniversário de 100 anos em cima do palco. “Onde quer que eu vá, levo Caruaru na minha boca. Falo da minha terra em todos os lugares que me apresento. E hoje eu vim comemorar meu aniversário, com música e no maior São João”, completou Sebastião Biano. Quem encerrou a noite foi o pernambucano Silvério Pessoa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *