São João na Roça encerra os festejos na Vila de Gonçalves Ferreira na noite de São Pedro em Caruaru

(Foto: Alisson Lima)

A acolhedora vila de Gonçalves Ferreira foi a última parada do projeto itinerante do São João na Roça 2019, neste sábado (29), Dia de São Pedro, em Caruaru. O projeto percorreu os quatro distritos rurais do município durante o São João para chegar a 12 comunidades e levar toda a alegria dos festejos juninos. As intervenções na roça iniciaram no dia 18 de maio, na Vila de Itaúna, em celebração pelo aniversário de Caruaru, e passou também por Lajes, Vila Pau Santo, Vila do Rafael, Juá, Malhadas de Barreiras Queimadas, Malhadas de Pedra, Vila de Peladas, Cachoeira Seca, Terra Vermelha, Xicuru, até chegar em Gonçalves Ferreira.

A noite de São Pedro começou ao som de muito xote, forró e baião, com o acompanhamento do pífano de Edmilson do Pife, a primeira apresentação. A quadrilha junina Animadrilha se apresentou ao som da atração e incentivou a plateia a se aproximar e entrar na dança também. Aos poucos os pares foram se formando e a frente do palco ficou repleta de casais dançando agarradinho. A atração seguinte foi a banda “Casca e Nó”, que, com 20 anos de carreira na bagagem, tocou grandes sucessos de forró “das antigas”. No intervalo entre a segunda e terceira atração, entrou em cena o Boi Teimoso, que divertiu a comunidade com suas evoluções de apresentação dos personagens típicos do folguedo popular: Ema, Mateus, Catarina, Alma, Burrinha, entre outros, ao som de um batuque ritmado com as coreografias dos brincantes.

Os intervalos também foram animados pelo batalhão de bacamarteiros de número 25 e pela declamação da poesia matuta do poeta Raudêncio Lima, o locutor oficial do palco do São João na Roça de Caruaru. A vida bucólica e saudosa da zona rural estiveram em seus versos, até subir ao palco a terceira atração: o cantor Gilvan Neves. A noite ficou completa ao som do cantor que tocou sanfona e cantou forró tradicional para todo mundo arrastar o pé. “Cantar no São João de Caruaru é um ‘Maracanã’ do forró. É a coisa melhor do mundo. Você se sente um grande artista. É uma coisa que consagra o artista”, ressaltou Gilvan.

A festa reuniu famílias e amigos na porta de casa, e também aqueles que moram próximo da praça localizada na Rua São Pedro, onde foi montada a estrutura do caminhão-palco e aconteceu o evento. Mas tiveram aqueles que vieram de longe para curtir o festejo em Gonçalves Ferreira, como Luci Albuquerque, do Recife, que celebrou com a prima que mora na vila. “Eu tenho vindo todos os anos para participar da festa da igreja e também a festa de rua. Aqui é tão bom quanto o palco principal do Pátio de Eventos. Brincar com a família, entre amigos é maravilhoso”, destacou. “Sempre vem muita gente aqui para a minha casa, o pessoal de Recife está aqui com a gente. É maravilhoso ter a casa cheia pelos parentes e amigos. Para mim é a melhor festa de Caruaru”, pontuou a comerciária Iza Albuquerque, prima de Luci que mora em Gonçalves Ferreira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *