Segunda noite do Polo Azulão foi marcada pelo pop, blues e canções autorais

(Foto: Jorge Farias)

O São João de Caruaru é marcado pela pluralidade, e se tem um lugar que respira essa palavra é o Polo Azulão. Um palco marcado pela intervenção de artistas da terra e grandes nomes da música brasileira, recebendo os mais diversos estilos musicais.

E neste sábado (15), os shows começaram às 20h, com a Banda de Rodagem, formada por músicos de Caruaru. A banda trouxe ao palco uma apresentação inédita, com um repertório autoral e um público fervoroso, sedento por novas ideias e sons. O quarteto de rapazes fez bonito, um pouco de pop, rock e MPB.

A noite também foi temperada com o Blues, com toque regional e canções de mestres da música nordestina, como Luiz Gonzaga e Dominguinhos. A Uptown Blues Band presenteou o público com essa mistura sonora que agradou muito. Depois foi a vez Old Pack esquentar a noite, com a sonoridade do rock in roll, performances cheias de atitude e com uma presença de palco hipnotizante.

E nem a chuva que caiu na noite do sábado, espantou o público do Polo Azulão, que esperava ansiosamente a Banda Eddie, com uma apresentação também autoral. A banda fez uma mistura de rock, pop e a inconfundível percussão pernambucana. “Um palco eclético! O Polo Azulão é a expressão mais forte de democracia musical dentro do São João de Caruaru”, afirmou Fábio Trummer, vocalista da Banda Eddie.

Um comentário em “Segunda noite do Polo Azulão foi marcada pelo pop, blues e canções autorais

  1. André Filipe Vieira Pereira da Silva Responder

    Foi uma noite fantástica desde a Banda de Rodagem até a Banda Eddie que fechou a noitecom chave de ouro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *